Centro Nacional de Estudo e Pesquisa de Judô

OS QUATRO GUARDIÕES DO KODOKAN

OS QUATRO GUARDIÕES DO KODOKAN

Nascido em 4 de fevereiro de 1866 na cidade de Aizuwakamatsu, província de Fukushima, Japão; Saigo, terceiro filho de um samurai, Shida Sadajiro, começou cedo o treinamento em artes marciais, mais especificamente no Daito-Ryu Aikijujutsu. Em 1882, ainda aos 16, mudou-se para Tokyo e iniciou o treinamento no Kodokan como um dos primeiros alunos de Jigoro Kano. Em 1883, com o crescimento no número de alunos, Kano percebeu a necessidade de dividi-los em um grupo de iniciantes e um grupo de graduados. Por isso, Saigo foi promovido, juntamente com Tsunejiro Tomita, a Shodan, grau este que, alguns anos mais tarde se tornaria o primeiro nível da faixa preta. Vale ressaltar que, oficialmente Saigo e Tsunejiro foram os primeiros faixa-preta da história, tendo em conta que foi o próprio Kano quem desenvolveu o sistema de graduações por faixas adotado até hoje em tantas artes marciais.

Seu feito mais notável, com certeza foi a participação no torneio realizado pela polícia de Tóquio, em 1886*, que tinha em foco uma disputa de judô vs jujutsu a fim de determinar qual arte era mais eficiente em um combate real. De um lado havia a equipe do mestre Hikosuke Totsuka, considerado o melhor mestre de jujutsu da época, e do outro, a equipe do Kodokan, que chamava atenção por ser composta por muitos mestres de jujutsu que aderiram aos ideais de Kano, e estavam ali para provar a eficiência superior do judô. Entre eles, quatro eram destaques nos combates: Tsunejiro Tomita, Sakujiro Yokoyama, Yoshikazu Yamashita e Shiro Saigo.

Das quinze lutas, o Kodokan venceu treze e empatou duas. Saigo fez a última luta contra Taro Terushima**, do Totsuka-ha Yoshin Ryu, num duro confronto de quinze minutos. Nos dez primeiros minutos, nas palavras do próprio Jigoro Kano, Saigo sofreu incansáveis ataques que o obrigavam a se esquivar de todas formas possíveis. Pessoas que viam a luta comentavam como ele conseguia sofrer tantos ataques e cair de pé como um gato. A partir dos dez minutos, Saigo conseguiu contra atacar, mas só por volta do décimo quinto minuto de luta ele finalmente aplicou com perfeição sua técnica preferida, seu lendário Yama Arashi, que derrubou Terushima com tal força que este não se levantou. O bom resultado do Kodokan neste torneio fez com que o até então desconhecido judô de Kano fosse aceito pelo povo e oficialmente pelo governo.

A Tempestade na Montanha
Até hoje não há muito consenso sobre como exatamente era executado o Yama Arashi (tempestade na montanha) de Shiro Saigo. Sabe-se que ele gostava de aplicar pela esquerda, cruzando uma pegada com o dedão por dentro da gola.